A nossa viagem a Itália – Roma, Florença e Milão em 6 dias

Estou de volta!! Depois duma época de mudanças e de umas férias maravilhosas tenho agora tempo para atualizar o blog. E o que não me faltam são temas sobre Itália!

Visto que foi uma viagem entre três grandes cidades de Itália foi preciso planear e comprar bilhetes de avião/comboio com alguma antecedência. Vou partilhar convosco todo o meu plano de viagem, incluindo algumas dicas para economizar tempo e dinheiro.

Para começar, o avião… A seleção da primeira cidade a visitar dependeu somente de qual o destino mais barato de avião, se Roma ou Milão. Comparei preços, de ida Lisboa-Roma e Lisboa-Milão e de volta Roma-Lisboa e Milão-Lisboa. A decisão final foi ir de Lisboa para Roma e voltar de Milão para Lisboa, por uma diferença de aproximadamente 100€, não houveram quaisquer dúvidas.

O itinerário estava decidido, íamos fazer Roma – Florença – Milão, em 6 dias, de Domingo a Sábado.

Processed with VSCO with a5 preset

Com aviões marcados, começou a procura por alojamento. Tendo um budget máximo de 160€ para cada cidade, ou seja, por cada duas noites, optei de imediato por Airbnb, pois hotéis e alojamentos locais (muitos sem condições) ultrapassavam em larga escala esses valores.

Nota: Para além do valor estipulado por noite, em Itália existe uma taxa diária em qualquer alojamento. Foi algo a ter em conta.

E os escolhidos foram:

  1. ROMA – Hand Made B&B, Pino’s house
  2. FLORENÇA – The Window on the ancient Door, Gabriella’s house
  3. MILÃO – Central and cozy flat in Brera, Sabrina’s house

Com duas noites em cada cidade já reservadas, foi a vez de planear as viagens de comboio entre cidades. A melhor plataforma para isso é a Trenitalia, que dispõe de todos os horários de viagens por Itália, de norte a sul. Para a pesquisa de comboios é apenas necessário escolher a cidade de origem, a de destino e qual a hora preferida. A nossa escolha da hora dependeu sempre do check-out e do check-in de cada Airbnb.

Comprámos bilhetes de ida de Roma – Florença e Florença – Milão. Os valores rondaram os 50€, cada viagem (já com taxas), para os dois. De Roma para Florença, fomos num comboio mais tradicional, em que a viagem durou cerca de 4 horas. Para Milão, foi diferente, fomos num comboio de alta velocidade, que demorou aproximadamente 2 horas a chegar.

Processed with VSCO with a5 preset

Mas não foram só estas as viagens que fizemos de comboio. Faltou uma coisa no nosso plano de viagem (nem parece meu!!), mas que conseguimos solucionar de imediato. Não tínhamos noção que os aeroportos eram tão longe do centro das cidades, tanto o de Roma como o de Milão eram a cerca de 40Km do centro. Qual a solução? Comboio claro!

Do aeroporto de Roma para o centro (Roma Termini) a viagem de comboio custa 15€ por pessoa e demora cerca de 30 minutos. Em Milão é mais barato, do centro (Estação Central) para o aeroporto de Malapensa os bilhetes foram os dois 14€, e a viagem demorou 40 minutos.

Para comprar bilhetes é muito simples, tanto nas estações de comboios como nos aeroportos têm máquinas de compra automática ou estabelecimentos da Trenitalia com venda direta. Os bilhetes são válidos para o dia da compra.

Tivemos muita sorte com o Airbnb em relação à flexibilidade de horários de check-in e check-out, à exceção de Florença, em que a chegada do comboio foi às 13 horas e o check-in era às 15 horas. Para não andarmos de malas e bagagens pela cidade deixámos as malas na estação, num estabelecimento exclusivo para isso. Pagámos 6€ por cada mala (valor pago até ás 5 horas).

Em Roma (Hand Made B&B, Pino’s house), num apartamento em género de GuestHouse com mais 3 quartos, o quarto era super clean, em tons de branco e azul. Estávamos muito perto da Estação Roma Termini, mas longe do centro, havendo sempre a necessidade de ir de metro. Foi o único Airbnb em que tínhamos pequeno almoço incluido que, apesar de muito simples, alegrava as nossas manhãs. Serviço super atencioso.

Em Florença (The Window on the ancient Door, Gabriella’s house), um T0 muito bem decorado e equipado, com boa casa de banho e uma mini cozinha (não, não cozinhei!). A localização era ótima, a 15 minutos a pé do centro. A razão pela qual fizemos Florença inteira a pé, sem qualquer transporte.

Em Milão (Central and cozy flat in Brera, Sabrina’s house), foi o menos bom em termos de conforto, por ser um estúdio pequeno que apesar de completo a cama era um sofá-cama, mas foi sem dúvida o melhor em termos de localização, a 5 minutos a pé do centro e super perto da Estação Garibaldi com metro acessível a todas as pontas da cidade. A Sabrina foi 5 estrelas, incansável!

Mais para a frente partilharei momentos e dicas sobre cada cidade e muitas fotografias, claro!!

Não percam,

Maria Lagariço

 

2 pensamentos sobre “A nossa viagem a Itália – Roma, Florença e Milão em 6 dias

  1. Pingback: 48 horas em Florença – onde comer | Suns.Eat

  2. Pingback: Outra vez arroz? – Risotto de camarão e lima | Suns.Eat

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s