Mar das Latas, o fine dinning que promete quebrar corações, na Ericeira claro!

Processed with VSCO with a5 presetAquele momento (ideal!!) em que o wine bar com petiscos em lata e com o melhor histórico de sunsets da Ericeira passa para um restaurante fine dinning com um espaço de luxo e com pratos de topo.

O novo espaço Mar das Latas, encontra-se mesmo ao lado do wine bar, com um grande vidro espelhado, o seu interior é, nem sei, um sonho! Abertos todos os dias para jantares, à excepção da quarta-feira, descanso semanal.

Processed with VSCO with a5 preset

Processed with VSCO with a5 preset

Processed with VSCO with a5 preset

Processed with VSCO with a5 preset

Processed with VSCO with a5 preset

Fomos durante a semana e apesar de ter feito reserva, tinha esperança que não houvesse nenhuma enchente como em todos os outros restaurantes da Ericeira. Enganei-me, estava cheio, somente com a nossa mesa disponível.

Nem por isso o serviço deixou de ser irrepreensível! Sendo um restaurante aberto há pouco mais de um mês, foi espantoso a forma como fluiu cada momento do jantar.

O que pedimos? Para entrada escolhemos os camarões ao alhinho e pataniscas de bacalhau à Gomes de Sá. Como pratos principais, o cherne com esmagada de batata doce e espinafres e umas plumas de porco preto com bivalves.

Processed with VSCO with a5 presetProcessed with VSCO with a5 preset

Processed with VSCO with a5 preset

Processed with VSCO with a5 preset

Processed with VSCO with a5 preset

Começámos pelo couvert, composto por pão, broa, pasta de azeitona, azeite e manteiga de pimento assado (top, top, top!).

Processed with VSCO with a5 preset

Sobre os camarões, amei (!!!), super tenros e super saborosos. Com bom tempero os camarões eram de alta qualidade e estavam confeccionados na perfeição. As pataniscas de bacalhau à Gomes de Sá eram simplesmente 3 nuggets de bacalhau acompanhados de maionese, ovo e pickle de cebola roxa. Sem grande surpresa, mas muito bom.

Processed with VSCO with a5 preset

Como pratos principais, primeiro o peixe, apesar de se ter tornado um prato muito doce, pela esmagada de batata, tanto a frescura do peixe como os espinafres salteados cortavam toda essa doçura. Quanto às plumas de porco preto com bivalves, foram a surpresa da noite. As plumas que estavam no ponto, perfeitamente suculentas, vinham acompanhadas de berbigão e alface baby. A combinação ideal!

Terminámos com a perdição para a dieta do meu amor, um amendoim ao cubo. Delicioso!

Processed with VSCO with a5 preset

Para acompanhar a refeição, o vinho foi escolhido pelo sommelier e dono do restaurante Miguel Sousa. O Beyra (18€) foi o eleito.

Relação qualidade-preço, para um fine dinning, é boa. Fica em cerca de 35€ por pessoa, com bom vinho, muito boa comida e serviço de excelência.

Processed with VSCO with a5 preset

A cozinha já se encontra em testes para pratos novos com o objetivo de manter a carta inovadora e fresh! Se quiserem provar algo do que comi, corram!

Maria Lagariço

 

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s