Da saga: ao domingo é dia de brunch #9 – Balagan

Com a abertura num ano atípico como o de 2020, o restaurante do médio oriente veio para nos surpreender. Inicialmente, em regime take away, como já tínhamos partilhado por aqui, e atualmente num espaço decorado ao estilo nórdico, com vista para o mar, à beira de uma piscina, com piano e tudo!

Inserido no Selina, o Balagan foi mais um restaurante a adaptar-se a cada restrição, e muito bem! O menu de pequeno-almoço ao fim de semana veio, arrasou e ficou!

A decoração
Continuar a ler

Tasquinha do Gil – o único restaurante inserido naquela que é a aldeia, do concelho de Mafra, considerada um museu a céu aberto

A 9 km do centro de Mafra, 15 minutos de carro, encontra-se a Aldeia da Mata Pequena, considerada um museu a céu aberto por quem lá passa, brinda-nos com pouco mais de 10 casas, destinadas a Alojamento Local, de sua arquitetura tradicionalmente saloia e um restaurante bem castiço, a Tasquinha do Gil.

Ainda a evitar sair do concelho de Mafra aos fins de semana, nunca fez tanto sentido a expressão “ir para fora cá dentro”! No meio de vales, com um espaço exterior incrível e o interior acolhedor, a Tasquinha do Gil proporciona, a cada visita, uma viagem ao nosso património. Não só pela decoração, mas também pela gastronomia.

Interior da Tasquinha
Continuar a ler

Esta novidade é para os amantes de fondue (!!!)

O mais recente conceito, que se apoderou do Brunch me, na Ericeira, aos jantares – fondue.

Confesso que não é, de todo, o meu estilo de restaurantes e de comida. Apesar de ser a base das refeições de partilha em família, a mim irrequieta-me o facto de estar a “trabalhar” ao mesmo tempo que como, parece que não tenho o mesmo prazer! (Conseguem entender??)

Mas sendo no meu spot favorito na Ericeira, onde gosto de estar e ficar, onde faço brunch e no mesmo dia lanche… não podia mesmo perder! Lá fui eu, com a famelga, ter uma noite diferente, que nos deixou a todos surpreendidos, pela positiva!

Processed with VSCO with a5 preset

Continuar a ler

Da saga: ao domingo é dia de brunch #4 Tartine

Dos meus brunches preferidos de Lisboa, onde fui e não resisti em repetir. Mesmo no centro do Chiado, a Tartine é uma pastelaria e padaria que tem brunch todos os dias das 8h ao meio-dia, e ao fim-de-semana prolonga-se até às 17h.

O menu de brunch  (14€) é super completo, inclui cesto com 3 variedades de pão, manteiga, doce, queijo e fiambre (eu peço só queijo), mini panquecas, croissant, bebida quente, sumo do dia e iogurte natural com granola. Na ultima vez que la fui, queria ficar suficientemente satisfeita para depois ir trabalhar, então pedi uns ovos mexidos extra (2€).

Processed with VSCO with a5 preset

Continuar a ler

Vale do Gaio – mas que bem que se está no campo

O Vale do Gaio, perto de Alcácer do Sal, já era há muito um hotel que estava nos primeiros lugares da nossa wish list. Já lá tínhamos ido jantar, mas a estadia ficou sempre prometida. E esta foi a vez de cumprir.

Sendo o check-in às 15h, no dia aproveitámos para ir dar um mergulhinho à Comporta, que soube pela vida, com o calor que se fazia sentir! À chegada ao Hotel, foi-nos apresentado o quarto, muito simples, mas com uma vista sobre a barragem brutal!

Fomos de imediato explorar a piscina e todo o espaço exterior. Perfeito para desfrutar as paisagens e para descansar. Tudo o que precisávamos depois de um verão trabalhoso.

Processed with VSCO with a5 preset

Processed with VSCO with a5 preset

Continuar a ler

Isco : a mais recente massa-mãe que chegou à grande Lisboa

Desde a faculdade, onde tive aulas de panificação, que o “bichinho” pelo pão ficou. Até tinha algum jeito, mas faltou-me talvez a coragem para aprofundar todo esse mundo que é o mundo do pão. Fiquei-me pela curiosidade e pelas dezenas de páginas de instagram que sigo sobre pão e chefs dessa área.

Um dos instagramers prediletos da área é o @takemybreadaway, o Paulo Sebastião, um apaixonado pela arte de fazer pão, que escreve sobre isso no seu blog. Dá workshops e há cerca de uma semana abriu uma padaria, o Isco.

Processed with VSCO with a5 preset

Continuar a ler

Mini Bar Teatro, a cozinha que me viu crescer

Para quem não sabe, sou cozinheira a tempo inteiro, ou seja, só venho aqui nos poucos tempos livres que tenho. E no último ano a minha cozinha foi o Mini Bar Teatro, do Grupo José Avillez.

Foi um ano de aprendizagem, não só profissional mas também pessoal, com muitos altos e baixos. Um ano de novas experiências ao lado de uma equipa excepcional. Um ano que termina com a certeza de que esta foi a cozinha que me viu crescer. E com a certeza que deixará saudades.

Para despedida, decidi que era o momento certo para levar o meu amor a jantar ao restaurante que foi, no último ano, a minha segunda casa.

No Mini Bar, existem dois menus de degustação, o menu Épico (surpresa) e o menu Cartaz, mas como eu estou farta de saber o que cada um deles leva, optei pela terceira opção, escolhi à carta. Escolhi os que para mim são os melhores pratos da casa e os que sabia que o meu amor ia gostar, claro!

Por estar inserido num teatro, a carta do Mini Bar é dividida e servida por actos. E estes actos foram especiais, os chefes, o chef Marujo e o sub-chef João Santos, fizeram questão de trazer cada prato. (Obrigada!!!)

No primeiro acto temos aquelas pequenas entradas que se comem numa só dentada e que são compostas apenas por um elemento: a caipirinha e margarita comestíveis e as azeitonas explosivas. No segundo acto as entradas mais elaboradas: a gamba em ceviche, o frango assado e o croquetes de novilho com dijonaise.

Processed with VSCO with a5 preset

Continuar a ler

Cucina 37, a essência da cozinha italiana que não vai querer perder

Depois da viagem a Itália, que tanto me conquistou pela sua gastronomia, não resisto a um restaurante Italiano. E não é que abriu um na Ericeira? Não podia perder, e vocês também não!

Processed with VSCO with a5 preset

Mesmo no centro da vila, na rua que liga a Amélia ao Jogo da Bola, encontra-se o Cucina 37, aberto todos os dias para almoço e jantar, com exceção da terça-feira, a folga. Os donos são italianos e a equipa de cozinha também. Tinha tudo para ser uma viagem gastronómica por Itália… E foi!!

Continuar a ler