Comer fora (da caixa) em casa #7 – Pepe Verde

Alerta para nova pizzaria na vila!!

Quem já conhece o Cucina 37?  O verdadeiro restaurante italiano, com os maravilhosos risottos, pastas e gnocchis. Agora tem uma irmã, ou prima, como quiserem chamar, a Pepe Verde.

De frente para a biblioteca, a fazer esquina numa das transversais do Jogo da Bola, encontra-se a mais recente pizzaria da Ericeira. A Pepe Verde, ainda se encontra em regime take away, mas preparem-se, pois tem um espaço super instagramável!

Processed with VSCO with a5 preset

Continuar a ler

Comer fora (da caixa) em casa #6 – Pizzaria Pão d’alho

Para quem já leu alguns posts aqui do blog deve saber que ao domingo, cá por casa, é dia de pizza! Normalmente na Pizzaria Pão d’alho, o que nos foi privado desde o início da quarentena…

Fazíamos pizza em casa, de raíz, até à semana passada.

O Pão d’alho está de volta!! Em regime take away, apenas aos jantares, das 19h as 22h, nos dias úteis, e ao fim-de-semana com almoço também. Encerra à quarta-feira.

Processed with VSCO with a5 preset

Continuar a ler

Comer fora (da caixa) em casa #5 – Brunch me

O brunch que não podia faltar nesta nova rubrica do blog. Aquele que já contava os dias para o ter e poder comer de novo. O Brunch me está de volta, em take away claro! E tem novidades!

Fomos comer fora da caixa, em casa, naquele que é um dos espaços mais inspiradores da Ericeira, com brunch para todos os gostos e o staff mais querido! (sou suspeita, mas é uma realidade!!)

Claro que aproveitei para o desfrutar no cantinho que é atualmente o meu sweet spot, só falta a vista para o mar.

Processed with VSCO with a5 preset

Continuar a ler

Comer fora (da caixa) em casa #4 – Miyabi

É muito provável que este seja o sushi mais falado neste blog, em várias situações e espaços diferentes. Agora, em quarentena, não podia ser excepção.

O sushi do Miyabi vem agora até nossa casa, em parceria com o Ericeira Market, um diretório local que se adaptou à situação actual, através de entregas ao domicilio.

Veio até cá e muito rápido satisfez a nossa tão grande necessidade de matar saudades daquele que é um dos nossos sushis favoritos. Pela frescura e todas as combinações, raramente desilude.

Processed with VSCO with a5 preset

Continuar a ler

Comer fora (da caixa) em casa #3 – Balagan

Há uma novidade pela Ericeira que não chegou a ser revelada, mas que aos poucos arregaça as mangas e vai-se mostrando, nas nossas casas.

O espaço Balagan, apenas em regime take away, por condições óbvias, abriu no Selina, na Ericeira, há pouco mais de um mês. Com um conceito inovador pela vila, inspirado nas comidas de rua do médio oriente. Está aberto às terças, sextas a sábados, aceitando as encomendas até as 16 horas do dia anterior.

O Balagan foi o menu escolhido para comer fora (da caixa) em casa esta semana. E valeu cada falafel!

Processed with VSCO with a5 preset

Continuar a ler

Da saga: ao domingo é dia de brunch #6 TÁBUAS, Sintra

O brunch do Tábuas, Honest Food foi-me aconselhado várias vezes e vendido como um dos melhores na zona de Sintra, com fila a porta e reserva obrigatória! E eu, para não elevar demasiado as expectativas, fiz a reserva sem questionar ou pesquisar menus ou preços…

Mas que tão boa surpresa!!

Ao chegar ao restaurante, todas as mesas se encontravam reservadas (bem que nos avisaram!).

Processed with VSCO with a5 preset

Continuar a ler

Esta novidade é para os amantes de fondue (!!!)

O mais recente conceito, que se apoderou do Brunch me, na Ericeira, aos jantares – fondue.

Confesso que não é, de todo, o meu estilo de restaurantes e de comida. Apesar de ser a base das refeições de partilha em família, a mim irrequieta-me o facto de estar a “trabalhar” ao mesmo tempo que como, parece que não tenho o mesmo prazer! (Conseguem entender??)

Mas sendo no meu spot favorito na Ericeira, onde gosto de estar e ficar, onde faço brunch e no mesmo dia lanche… não podia mesmo perder! Lá fui eu, com a famelga, ter uma noite diferente, que nos deixou a todos surpreendidos, pela positiva!

Processed with VSCO with a5 preset

Continuar a ler

Mini Bar Teatro, a cozinha que me viu crescer

Para quem não sabe, sou cozinheira a tempo inteiro, ou seja, só venho aqui nos poucos tempos livres que tenho. E no último ano a minha cozinha foi o Mini Bar Teatro, do Grupo José Avillez.

Foi um ano de aprendizagem, não só profissional mas também pessoal, com muitos altos e baixos. Um ano de novas experiências ao lado de uma equipa excepcional. Um ano que termina com a certeza de que esta foi a cozinha que me viu crescer. E com a certeza que deixará saudades.

Para despedida, decidi que era o momento certo para levar o meu amor a jantar ao restaurante que foi, no último ano, a minha segunda casa.

No Mini Bar, existem dois menus de degustação, o menu Épico (surpresa) e o menu Cartaz, mas como eu estou farta de saber o que cada um deles leva, optei pela terceira opção, escolhi à carta. Escolhi os que para mim são os melhores pratos da casa e os que sabia que o meu amor ia gostar, claro!

Por estar inserido num teatro, a carta do Mini Bar é dividida e servida por actos. E estes actos foram especiais, os chefes, o chef Marujo e o sub-chef João Santos, fizeram questão de trazer cada prato. (Obrigada!!!)

No primeiro acto temos aquelas pequenas entradas que se comem numa só dentada e que são compostas apenas por um elemento: a caipirinha e margarita comestíveis e as azeitonas explosivas. No segundo acto as entradas mais elaboradas: a gamba em ceviche, o frango assado e o croquetes de novilho com dijonaise.

Processed with VSCO with a5 preset

Continuar a ler